Orlistate: Lipiblock ou Xenical,o que é, como usar e efeitos

29. 01. 13

Há uns 3 meses atrás falei no facebook e twitter que estava usando um medicamento que eliminava gorduras, claro que choveu perguntas  e pedidos de mais explicações.

O orlistate (Lipiblock ou xenical) é indicado por especialistas, tem venda/consumo aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), não precisa de receita e impede que o organismo armazene até 30% da gordura ingerida! Parece mentira, mas esse santo remédio existe e funciona mesmo.

Já fiz muitos tratamentos para emagrecer, a grade maioria com acompanhamento médico.Mas nunca tinha tomado Xenical e nem sabia que era liberado. Daí que minha endocrino me indicou pra controlarmos a ingestão de gordura.

No vídeo abaixo explico como uso o medicamento, como ele age e relato o meu primeiro mês de uso. Só falei da ação durante um mês, depois volto com mais informações dos meses seguintes.

LipiBlock (Germed Pharma)

Custo: varia de R$ 107* a R$ 154* (42 cápsulas) e de R$ 196* a R$ 276* (84 cápsulas).

Xenical (Roche)
Custo: varia de R$ 135* a R$ 166* (42 cápsulas) e de R$ 249* a R$ 334,00* (84 cápsulas).

PS: Não estou incentivando ninguém a fazer uso de medicamentos.

Ps 2: O rémedio foi indicado por uma médica, porém ele é liberado pela anvisa e não precisa de receita, por isso o post.

Beeeeeeeeeeijos

Arquivado em: Saúde
Escrito por
Lila Pink

Moda, beleza, tutoriais, diy e aí?

18. 01. 13

Mais um ano começou e é hora de saber o que vocês mais curtem no Blog Lila PinK. Tudo que é postado aqui, é com intuito de agradar a gregos e trianos. Postamos para as mais adultas, mas temos espaço também pra galera teen.

Desde o começo de tudo, o blog já mudou bastante, porém, sem perder a essência. Continuamos um blog cheio e feminices, mas não custa tentar atender a todos os perfis.

Esse post vai ficar aberto para dicas, sugestões, elogios e reclamações sobre os assuntos abordados no blog.

Quero saber qual o tipo de post mais atrai atenção e do que vocês realmente gostam de ler. Alias, está  aberto para você pedirem o que querem ver no blog.

 

Gordinhas, por favor, não peguem pesado. What?

09. 01. 13

 E aí que hoje a Steph do A grande diferença postou no facebook o link do Chic, sobre o vídeo da apresentadora gorda, que foi repreendida por isso.

Pra quem não sabe, uma ancora da CBS recebeu um e-mail, onde um telespectador criticava seu peso. Ele a repreendera por está acima do peso e por achar que isso era má influencia para os jovens do pais.

O Chic, que ha muito tempo vem causando com suas opiniões explicitas sobre diversos assuntos, mais uma vez foi infeliz na colocação.

No texto de André do Val,diz que:

“Concordo com ele (apesar de achar que para escrever uma email desses para um programa de televisão requer tempo ocioso de sobra). Obesidade é um problema de saúde pública que custa caro para o governo e não afeta apenas a auto-estima, como estrutura óssea, coração, sistema digestório, respiratório (apesar de concordar que é problema de cada um). No caso dela, trata-se de um problema na tireoide.

Também acho que dá pra ser gorda e linda, mas fica muito mais fácil sem este discurso político em torno, pois faz parecer que nem ela acredita nisso. Se ela realmente não tivesse problema com este assunto, teria dado de ombros.

O inverso _o bullying das gordinhas com as modelos magrelas que postamos aqui no Chic_ é infinitamente mais chulo e agressivo. A se pensar…”

Porque o fato da aceitação  da ancora com seu corpo incomoda tanto?

Vivemos em uma sociedade que a magreza doentia é aceitável e a gordura saudável é condenada. Vocês já pararam pra pensar na quantidade de magros que não se exercitam, comem errado, estão com colesterol e triglicérides descontrolados e mesmo assim, são tidos como “normais”.

Porém, um gordo que está com a saúde em perfeito estado, se exercita, come corretamente é criticado e muitas vezes excluídos da sociedade.

Com toda a certeza o bullying que uma modelo sofre por causa da magreza, não se compara com o sofrido por uma gorda.

Muito me admira, um veiculo de comunicação tão bem colocado e com tanta importância  (alias, não mais heim?) como Chic, se posicionar de maneira tão erronia sobre um assunto de certo modo delicado.

Sim! Precisamos conscientizar a população sobre a obesidade. Mas com certeza a melhor maneira não é excluindo, comparando ou criticando os mesmos.

Quer dizer que gordos não pode existir e ter um emprego, sob o risco de se tornar um mau exemplo?

E vocês concordam com o e-mail ou com apresentadora?

Pra quem ainda não viu, assista o vídeo abaixo:

Beijos

Arquivado em: Beleza, Saúde
Escrito por
Lila Pink

Coisas que sua mãe deveria ter te ensinado

20. 11. 12

Coisa legais que a gente encontra pela internet merecem ser compartilhadas. O blog Acidez feminina, muito bom diga-se de passagem, fez esse post com dicas pra levar pra vida. Se você ainda não faz uso delas, se liga e corrija os erros.

 

Beijos

Arquivado em: Beleza, Saúde
Escrito por
Lila Pink

Outubro Rosa

21. 10. 11

O movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa é comemorado em todo o mundo. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades. Este movimento começou nos Estados Unidos, onde vários Estados tinham ações isoladas referente ao câncer de mama e ou mamografia no mês de outubro, posteriormente com a aprovação do Congresso Americano, o mês de outubro se tornou o mês nacional (americano) de prevenção do câncer de mama.

O mês de outubro é conhecido mundialmente pelo movimento Outubro Rosa (Pink October), esse é o mês de conscientizar e alertar a população da importância do diagnóstico precoce do Câncer de Mama, é também um movimento popular internacional, que surgiu em 1997 nos EUA.

Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o câncer de mama é o segundo tipo mais comum da doença no mundo e o mais frequente entre as mulheres, respondendo por 22% dos casos. O número anual de ocorrências no país é estimado em cerca de 49 mil e embora menos comum, homens também podem ser atingidos! Fica o alerta.

Pra quem tem casos de câncer na família, o alerta é redobrado, pois a chance de desenvolver um câncer posteriormente é bem maior. A maneira mais simples de prevenção é o auto-exame, porém, para mulheres acima dos 40 anos é preciso pelo menos uma mamografia por ano. 

Quem convive com a doença sabe o quanto ela pode ser avassaladora. Tenho casos de câncer  na família, e um deles era de mama, vivo essa triste realidade de perto e sei o quanto ela maltrata uma pessoa. Pra mim, aderir a essa campanha, é uma questão mais forte, pois, vivemos em alerta para que mais ninguem desenvolva a doença na familia.

O importante é na realidade, focar este sério assunto nos 12 meses do ano, já que a doença é implacável e se faz presente não só no mês de outubro. No entanto, este mês é representativo para a causa, tornando-se especial e destacado dos demais.

Que tal então usar algo na cor rosa pelo menos um dia do mês e durante esse dia tentar passar essa informação adiante? Assim você adere a causa e ajuda a salvar a sua e vida de muitas pessoas. Pois o câncer diagnosticado no inicio é muito mais fácil de ser curado.

Beijos
Lila PinK

Arquivado em: Saúde
Escrito por
Lila Pink